Seguro de Mudanças

Como Funciona Um Seguro De Mudança?

Todo transporte possui riscos. Por isso, é importante que a empresa ofereça um seguro de mudança que minimize os imprevistos e previna qualquer tipo de dano aos seus bens.

Antes de definir a empresa, entenda como funciona a contratação de um seguro de mudança:

1) O seguro de transporte é divido em duas apólices:
 RCTR (obrigatória): cobre riscos como acidentes de trânsito, incêndio e explosão, que causem perda total ou parcial aos bens transportados.
 RCF-DC (facultativa): cobre sinistros como, roubo, furto, extorsão ou apropriação indébita.

2) Nenhum seguro de transporte de mudanças nacionais cobre pequenos danos decorrentes de manuseio falho, como riscos, quebras, trincas, sujeira, etc. Para isso, uma boa embalagem e profissionais experientes reduzem tais riscos.

Apólice de Seguro: a sua garantia de indenização

O seguro não é obrigatório, mas é um elemento a mais para a garantia do transporte sem prejuízos. O valor do seguro é calculado em 1% do valor dos bens declarados pelo consumidor, que envia à empresa uma relação dos itens a serem transportados, discriminando o preço estimado de cada um. Essa lista deve ser conferida e assinada tanto pela empresa como por você, cliente.

O próximo passo é a averbação da mudança junto à seguradora, onde a empresa deve informar os preços individuais dos itens declarados, a placa do caminhão e o valor total assegurado.

Mudança sem stress!

Algumas empresas cobram o percentual e não contratam realmente o seguro, uma prática ilegal. Para evitar transtornos, você deve:

1) Solicitar uma cópia ou número das apólices de seguro;

2) Checar a veracidade dos documentos junto à seguradora, bem como o CNPJ da transportadora;

3) Sempre guardar uma cópia de toda a documentação. Ela é a sua garantia!

4) Desconfiar de preços abaixo da prática do mercado: uma empresa que paga impostos e funcionários em dia e tem a responsabilidade de garantir a segurança dos seus bens, certamente cobrará um preço justo. O barato pode sair caro… Pense nisso!

Equipe Zzapting

Self Storage

Self Storage: Proteja Seus Móveis E Ganhe Espaço Para Construir Ou Reformar

Self storage: economia e proteção para seus móveis

Se você pretende construir ou reformar seu lar ou escritório, precisa conhecer o sistema self storage, uma solução para evitar danos ou estragos aos seus móveis, já que elimina o manuseio das peças que precisariam ser arrastadas a todo o momento.

 

Ao pé da letra, o termo significa auto-serviço de armazenagem, onde você mesmo organiza seus bens e aluga somente o espaço que precisar. O armazenamento é feito em boxes da empresa contratada, como em quartos pequenos, facilitando a organização.

Há um cadeado para cada um, que fica em poder do cliente para o manuseio na hora que ele quiser, e somente o inquilino tem acesso aos seus bens, monitorados 24 horas por câmeras de segurança. Documentos também podem (e devem!) ser guardados neste sistema, pois durante as obras quase sempre se perdem.

Este sistema vem ganhando a preferência dos clientes, pois garante a segurança dos seus móveis em local apropriado por tempo determinado, onde é possível manuseá-los a qualquer momento, sem gastos adicionais – como é o caso do guarda-móveis – e ficam mais protegidos contra umidade e poeira. Assim, evita-se a troca do mobiliário, que estando em casa facilmente pode quebrar, rasgar ou manchar, além de ganhar espaço para a reforma e reduzir custos no orçamento, reaplicando a verba em uma nova ornamentação, por exemplo.

Solução comercial para enfrentar a crise

Profissionais liberais, médicos e pequenas e médias empresas que enfrentam a crise econômica do país também buscam este sistema como alternativa para reduzir custos com aluguel de salas comerciais. Quando documentos, contratos antigos e outros pertences já não cabem mais em arquivos ou gavetas, são armazenados de maneira rápida e segura nos boxes.

Empreendedores que possuem uma loja ou e-commerce com pouco espaço também podem alugar um box para armazenar os produtos, principalmente em datas festivais e sazonais, como Dia das Mães, Dia dos Namorados, Dia das Crianças e no Natal quando a demanda de mercadorias aumenta.

O sistema americano já é sucesso no Brasil. O preço é acessível (cerca de R$30,00 por m3) sem contar a segurança e qualidade que o self storage oferece.

Analise o custo x benefício para o seu projeto, e perceba que esta é uma alternativa favorável ao bolso, além de otimizar tempo e espaço.

Equipe Zzapting

 

26 Ideias Para Reciclar

26 Ideias Para Reciclar Em Casa Depois Da Mudança

Dia 5 de junho, comemora-se o Dia Mundial do Meio Ambiente. Para ajudar a preservar e proteger nosso planeta, trouxemos  26 ótimas ideias para você reciclar em casa alguns itens que depois da mudança residencial poderiam virar mais lixo, e consequentemente, mais poluição.

eCycle te mostra abaixo como reutilizar diversos objetos presentes no seu cotidiano:

  1. Reutilize cobertores e toalhas. Caso você tenha animais, estique os cobertores e toalhas em um local onde eles possam sentar e dormir. As toalhas velhas também podem se tornar panos de chão;
  2. As sementes de frutas e vegetais não precisam ir para o lixo. Plante-as no quintal ou em pequenos vasos, faça uma horta caseira ou inicie sua compostagem doméstica, reduzindo sua geração de resíduos orgânicos, emissões de gases de efeito estufa e aliviando aterros sanitários;
  3. Essa é para reutilizar a energia do calor. Em épocas frias, após utilizar o forno do fogão, deixe a porta do mesmo aberta para esquentar o ambiente, após desligá-lo;
  4. A borra de café pode ser ótima aliada para o crescimento sadio de suas plantas.
  5. Imagine adotar o uso de uma árvore de natal natural, reutilizando-a ao longo do ano também como habitat para outros seres, decoração de seu jardim ou varanda de sua casa e esperar que os passarinhos a visitem;
  6. Reutilize caixas de papelão e plástico bolha para acondicionar louças e itens frágeis quando for organizar uma próxima mudança. Elas também podem virar uma linda casinha para os pequenos se divertirem, ou até mesmo uma sapateira bem organizada.  
  7. Tapetes são itens de um tipo de resíduo. Se você tem um daqueles que já está manchado ou mal cheiroso, tente remover as manchas com uma receita caseira. Se o problema for que ele já esteja bem velhinho, ele pode ser restaurado e ganhar uma segunda vida. Existem lojas específicas que fazem esse serviço;
  8. Reutilize as sobras e cascas de alimentos e todo o material orgânico da sua casa ou pratique a compostagem doméstica. Saiba o que não deve ir para a composteira e siga o passo-a-passo para aplicar essa técnica sustentável no seu dia-a-dia;
  9. Reutilize embalagens de manteiga e margarina ou outros potes desta natureza para guardar sobras de comida em geral;
  10. Roupas velhas podem virar panos de limpeza. Também é possível transformar sua camiseta velha em uma bolsa sustentável;
  11. Reutilize o recheio dos travesseiros e edredons velhos para fazer almofadas. Aproveite também para transformar as fronhas do travesseiros;
  12. Guarde o papel de embrulho de algum presente recebido para usá-lo novamente quando for presentear alguém;
  13. Utilize os jornais, revistas e outros produtos de papel para ajudar no transporte de itens frágeis;
  14. Após as crianças brincarem em piscinas infantis montáveis, que não utilizam água clorada, reutilize a água para molhar plantas e arbustos;
  15. Achou uma lata de tinta que já está há muito tempo no armário? Caso não esteja mais no prazo de validade, saiba o que fazer com os restos de tintas, vernizes e solventes, mas caso ainda esteja viva, procure cômodos e objetos da sua casa que possam receber uma nova roupagem;
  16. Recipientes de vidro com tampa podem servir para guardar sobras de comida ou acondicionarem um doce, como uma geleia;
  17. Reaproveite sua escova de dentes na limpeza de lugares de difícil acesso (veja mais);
  18. Não sabe o que fazer com pães amanhecidos? Corte-os em fatias e leve-os ao forno para fazer uma deliciosa torrada. Também é possível picá-los e jogá-los no quintal para alimentar pássaros;
  19. Com tampinhas de garrafa PET, é possível fazer o seu próprio jogo de damas, por exemplo. Basta coletar peças de duas cores diferentes;
  20. Canudinhos plásticos devem ser evitados, mas caso você tenha alguns em casa, é possível transformá-los em miçangas, como mostra o vídeo;
  21. Papel alumínio pode ser limpo com cuidado para poder acondicionar alimentos novamente;
  22. CDs podem virar mosaicos, espelhos e outras coisas
  23. As folhas secas, galhos e arbustos do seu quintal podem ser ótimos para a fertilização do solo;
  24. O tubo de pasta de dentes pode se transformar num pequeno porta-moedas;
  25. Cascas de frutos do mar podem ser quebradas para decorarem o jardim;
  26. Tubos de papel higiênico podem servir para crianças fazerem artesanato, brincarem de boliche, substituindo os pinos. Podem servir de sementeiras, como caixinhas de presentes ou mesmo um estojo porta canetas. E se não estiver com paciência para um upcycle, seu cachorro ou gato também pode gostar de brincar com eles.
Muitos desses itens, depois de reutilizados, podem ser reciclados. Saiba onde e como fazer a doação ou a reciclagem.

Fonte: ecycle